Navegador sem suporte a javascript JavaScript!

Subscrever newsletter

«Tertúlias bruninas» começam a 31 Janeiro

Paulo Samuel vai ser o primeiro palestrante (17 horas)

As «Tertúlias bruninas» aí estão. Menos de uma semana para o seu início, Paulo Samuel vai abordar, na primeira sessão, o papel de Sampaio Bruno no 31 de Janeiro. A data é propícia e comemorativa. No próximo sábado, a partir das 17 horas, no Ateneu Comercial do Porto.

Mas quem era afinal esse republicano indefetível, popularizado como SAMPAIO BRUNO?

Jornalista, escritor e político, José Pereira de Sampaio Bruno nasceu em 1857, no Porto, e aí morreu em 1915. Foi um autor extremamente versátil, produzindo uma vastíssima obra de cariz político, religioso e filosófico, e versando temas como o problema da evolução das sociedades humanas, a teoria da ciência e do conhecimento e a ideia de Deus.
Oriundo de uma família da pequena burguesia, filho de pai mação, iniciou a sua atividade jornalística aos 14 anos, adotando nessa altura o pseudónimo Bruno (em homenagem ao renascentista Giordano Bruno), ao qual permaneceria fiel durante toda a vida. Aos 17 anos publicou o seu primeiro livro, intitulado Análise da Crença Cristã, que suscitou uma onda de revolta e polémica no seio da conservadora sociedade portuguesa de então, devido às ideias polémicas nele expressas, colhidas em Voltaire, Amorim Viana, Feuerbach e Büchner.
Foi um acérrimo propagandista da República e toda a sua obra teve na cultura portuguesa uma forte influência.

Com Antero de Quental e Basílio Teles elaborou os estatutos da Liga Patriótica do Norte, no seguimento do ultimato britânico de 1890. Participou na malograda Revolta republicana de 31 de Janeiro de 1891, de cujo Manifesto foi redactor, exilando-se depois em Paris com João Chagas. Esta experiência do exílio (escrita em Notas do Exílio, 1893) viria a acentuar as suas inquietações, conduzindo-o a uma crise pessoal e religiosa, no decurso da qual se lhe revelaria Deus (A Ideia de Deus, 1902).
A obra bruniana apresenta-se como uma ilustração do lema "liberdade, igualdade e fraternidade", desde sempre professado pelo autor, que este fazia corresponder, no plano político, à ideia da República, mas que extrapola esse nível, revestindo-se, sobretudo a partir da crise do exílio, como bem salientou Joel Serrão, de "um significado recôndito, místico, esotérico" ("Introdução" in Os Cavaleiros do Amor), que encontra no messianismo e no sebastianismo uma possibilidade de revelação (O Encoberto, 1904).

O seu pensamento filosófico, de crescentes contornos místicos e esotéricos (revelados nomeadamente na obra O Encoberto, de 1904) e em afastamento progressivo do racionalismo da juventude, conservaria porém sempre os traços deístas, anticlericais e progressistas que recebeu da forte componente voltaireana na sua formação. O pensamento de Sampaio Bruno influenciaria profundamente Fernando Pessoa, que ainda chegou a corresponder-se com o intelectual portuense, enviando-lhe em 1915 o primeiro número do Orfeu, pedindo-lhe uma opinião.

Quanto ao palestrante, PAULO SAMUEL, está radicado no Porto desde 1981. Foi director de projectos especiais na Editora ASA e director editorial da centenária Lello & Irmão-Editores. Em 2001 fundou no Porto a editora «Edições Caixotim», cuja política e acção editorial dirige. Por esta ligação ao universo editorial e livreiro, tem sido convidado por instituições e universidades (Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Aveiro, UTAD) para palestras sobre a edição em Portugal e as artes gráficas tradicionais. Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade do Porto na licenciatura em Filosofia. Paralelamente à sua actividade profissional tem desenvolvido um trabalho de investigação e estudo ensaístico, cujos resultados vem tornando públicos através de textos inseridos em jornais e revistas, comunicações em Colóquios ou Congressos e em publicações monográficas.

Portanto, estão criados todos os condimentos para vir ao Ateneu no dia 31 de Janeiro. A entrada é livre.



«CRÓNICAS DE UM TEMPO NOVO» em apresentação

Dia 31 de Janeiro, pelas 16 horas, no Ateneu

A História feitas de pequenas estórias? Está dado o mote para a apresentação pública do livro «Crónicas de um tempo novo», da autoria de Vasco Paia, numa edição da Lápis de Memórias.

A apresentação, a cargo do Dr. Augusto Monteiro, acontecerá no próximo dia 31 de Janeiro, pelas 16 horas, no Ateneu Comercial do Porto.

Sinopse

Os textos deste livro estão imbuídos da convicção do autor de que a História também é feita das pequenas estórias de cada um, de que não há gesta colectiva sem o contributo, mínimo que seja, de cada pessoa.

Por aqui vão passar homens simples, com singelas histórias pessoais que ganham relevância quando integradas no rio da História, naquele que desliza lá mais no fundo, junto ao leito, e não no que vemos no espelho das águas, pleno de grandes eventos sociais, de importantes decisões políticas e veementes declarações dos actores principais do processo histórico.

Nota sobre o autor

Vasco Paiva é natural da Senhora da Hora, Matosinhos. Engenheiro florestal.
Publicou “Na outra margem do tempo” (edição Campo das Letras, 2006).
Tem colaboração dispersa por várias publicações técnicas, científicas e literárias.



«CICLO DE TERTÚLIAS BRUNINAS» evoca Sampaio Bruno

De Janeiro a Novembro, no Ateneu, sempre ao sábado

Assinalando o Centenário da Exaltação de Sampaio Bruno (1915 – 2015), o Ateneu Comercial do Porto, em colaboração com a Revista Nova Águia e o Movimento Internacional Lusófono, vai promover, nas suas instalações, o CICLO DE TERTÚLIAS BRUNINAS, mensalmente, de Janeiro a Novembro, com excepção dos meses de Julho e Agosto. Sempre ao sábado, pelas 17 horas, este ciclo vai ter, como oradores e palestrantes, alguns nomes de referência da nossa cultura.

Paulo Samuel, Pedro Sinde, Renato Epifânio e Carlos Aurélio, entre outros, vão marcar encontro nesta homenagem ao escritor, ensaísta e filósofo portuense que foi figura cimeira do pensamento português do seu tempo.

O seu pensamento filosófico de Sampaio Bruno, de crescentes contornos místicos e esotéricos (revelados nomeadamente na obra O Encoberto, de 1904) e em afastamento progressivo do racionalismo da juventude, conservaria porém sempre os traços deístas, anticlericais e progressistas que recebeu da forte componente voltaireana na sua formação. O pensamento de Sampaio Bruno influenciaria profundamente Fernando Pessoa, que ainda chegou a corresponder-se com o intelectual portuense, enviando-lhe em 1915 o primeiro número do Orfeu, pedindo-lhe uma opinião.

Fixe estas datas (31 de Janeiro, 28 de Fevereiro, 28 de Março, 18 de Abril, 30 de Maio, 27 de Junho, 26 de Setembro, 31 de Outubro e 28 de Novembro), e programa detalhado no Cartaz anexo. Brevemente daremos mais informações sobre este Ciclo de Tertúlias Bruninas.

Siga também toda a nossa actividade em  www.facebook.com/ateneudoporto.



O ATENEU CELEBRA ACORDOS COM PRESTADORES DE CUIDADOS DE SAÚDE

- Mais informações nos Serviços de Secretaria

No quadro do Plano Estratégico 2014/2019 que o ATENEU tem vindo a dinamizar, e pensando em todos os Associados, com destaque para os mais idosos, celebramos Acordos com entidades prestadoras de cuidados de SAÚDE, obtendo condições vantajosas de preço e serviço.

HOSPITAL DA TRINDADE

No centro da cidade do Porto, bem perto do Ateneu, com Metro, Autocarros e diversos Parques Automóveis à porta, o HOSPITAL DA TRINDADE é uma referência desde 1852, tendo um Acordo com o Ateneu desde 2007. Propriedade da Celestial Ordem Terceira da Santíssima Trindade, notável pelo apoio solidário que presta às populações carenciadas da cidade, dispõe de um prestigiado corpo clínico e de instalações modernas.

Concede 15% de desconto aos nossos Associados sobre as Tabelas para Internamento, Consultas de Especialidade no Ambulatório, Exames de Radiologia no C.I.T. (Centro de Imagiologia da Trindade) e Análises Clínicas no Laboratório da Ordem da Trindade. Estes benefícios são concedidos aos Associados, Conjugues e Filhos dependentes.

A lista de especialidades do HOSPITAL DA TRINDADE pode ser consultada em http://www.ordemtrindade.pt/especialidades. As marcações de consultas são efectuadas pelo 222075900.

HOSPITAL ESCOLA DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA

Em Gondomar, a Universidade Fernando Pessoa abriu recentemente um moderno Hospital Escolar. Esta unidade de saúde é uma referência a nível europeu pela tecnologia de que dispõe, pelo seu corpo clínico, ligado à Universidade e pela sua dimensão e abrangência. Com destaque para a Unidade de Longa Duração e Manutenção – Fundação Fernando Pessoa (ULDM-FFP), incluída na Rede Nacional dos Cuidados Continuados Integrados, dedicada ao apoio aos Seniores, seja através de internamento, de apoio ambulatório ou domiciliário.

O HE-UFP concede excepcionais condições aos Associados, Cônjuges ou equiparados, descendentes e ascendentes em 1º grau. Se é Associado do ATENEU peça a tabela de preços especial na Secretaria.

As diversas especialidades podem ser consultadas em http://he.ufp.pt/servicos-e-especialidades/. A marcação de consultas pode ser efectuada em http://he.ufp.pt/marcacao-de-consultas/ e a marcação de exames em http://he.ufp.pt/marcacao-de-exames/. O HE-UFP tem um serviço de atendimento permanente (24H) pelo número de telefone 222 455 455. Os Associados poderão identificar-se com o Cartão do Ateneu, ou pedirem a emissão gratuita do “Cartão Saúde D´Ouro” do HE-UFP directamente, ou através dos serviços de Secretaria do Ateneu.

INSTITUTOPTICO

É uma marca de referência no sector, com produtos e serviços que vão ao encontro das necessidades dos nossos Associados. Hoje conta com mais de 180 ópticas estrategicamente posicionadas em todo o país, das quais 6 no Distrito do Porto (http://www.institutoptico.pt/Rede.aspx?contentId=15), que garantem uma presença cada vez mais próxima dos consumidores.
O Institutoptico celebrou um Protocolo com o ATENEU em 2008, concedendo aos Associados e membros do agregado familiar (pais e filhos) dos nossos Associados, condições muito vantajosas (descontos de 20% em óculos graduados e 30% em exame visual completo, por exemplo, entre outras vantagens). Se pretender receber informações detalhadas peça por favor à secretaria do Ateneu pelos telefs.: 22 3395410/1 ou por correio electrónico geral@ateneucomercialporto.pt.


LUSÍADAS (1.ª Edição fac-simile)

Restam poucos exemplares

O Ateneu Comercial do Porto encomendou à Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva (FRESS) a produção de 500 exemplares fac-simile (numerados) da 1.ª Edição de “Os Lusíadas” de 1572, cujo original é propriedade do Ateneu.

Trata-se de uma obra literária - edição de luxo - de rara beleza, poema épico de inspiração clássica, constituído por dez cantos compostos por décimas em decassílabos heróicos. Vive de uma contradição esteticamente harmonizada entre a acção das divindades pagãs e a tutela do sentimento cristão e da expansão da fé, que anima um ardor de conquista e de possessão do mundo.

Esta Primeira edição de "Os Lusíadas", geralmente identificada por edição A, ou edição Ee, hoje conhecida por edição Princeps, faz parte do acervo bibliográfico do Ateneu.


A produção destes 500 exemplares vem sendo executada de forma faseada pela FRESS, atendendo ao processo manual de acabamentos, apenas restando cerca de 100 exemplares para comercialização.


Neste momento apenas estão disponíveis para entrega exemplares (numeração de 40 a 70) ao preço de 1.200,00 Euros com o cofret de luxo incluído. A este valor há que acrescentar o IVA à taxa de 23%.

Reserve já, geral@ateneucomercialporto.pt., ou preencha o Formulário Encomenda on-line nesta página.

Siga também toda a nossa actividade em

www.facebook.com/ateneudoporto.



NOVOS LIVROS XIII

A corrente idealistico-gnóstica do pensamento português contemporâneo / Ângelo Alves. - [S.l] : Estratégias Criativas, 2010. (1 exemplar); Filosofia da existência: esboço sintético de uma filosofia nova / Domingos Tarrozo. - [S.l.] : Estratégias Criativas, 2008. (1 exemplar); O piolho zarolho e o arco-iris da amizade / Lurdes Breda. - Coimbra : Temas Originais, 2010. (3 exemplares); Transmigrações / José Dias Egipto. - Coimbra : Temas Originais, 2010. (3 exemplares); Memórias de mim: histórias de nós / Antero Simões. - Vila do Conde : Edição do autor, 2010. (1 exemplar).